O Projeto Hippocampus trabalha há 23 anos com a conservação do cavalo-marinho e está sediado há 17 anos em Porto de Galinhas. O Laboratório de Aquicultura Marinha (LABAQUAC), que desenvolve o projeto, é Instituição de direito privado e sem fins lucrativos.

Entidade ambientalista registrada no Cadastro Nacional de Entidades Ambientalistas – CNEA, o Projeto Hippocampus tem parceria com universidades – UFPE, UFRPE, UEFS/BA e UFRJ – e órgãos ambientais estaduais e federais – ICMBio, SEMAS-PE, INEA-RJ -, sendo membro da União Internacional para a Conservação da Natureza – IUCN.

A sede do Projeto Hippocampus propicia aos visitantes informações a cerca do estado de conservação dos cavalos-marinhos, espécies globalmente ameaçadas de extinção. O trabalho desenvolvido na sede tem ênfase na bioecologia e cultivo das três espécies brasileiras: Hippocampus reidi, Hippocampus erectus e Hippocampus patagonicus. Além das atividades de pesquisa, educação e inclusão social junto às comunidades locais, mantem um centro de visitação com aquários marinhos que recebe diariamente escolas, universidades e turistas do mundo inteiro. Neste centro são exibidos além dos cavalos-marinhos, outros representantes da fauna pernambucana.

Nosso espaço de visitação é palco de disseminação de educação ambiental e do conhecimento científico para visitantes brasileiros e estrangeiros.

Telefone: (81) 3552-2191

Site: http://www.projetohippocampus.org/site/

E-mail: info@projetohippocampus.org

Endereço: Rua da Esperança, S/N – Porto de Galinhas – Ipojuca/PE